блоги

Oi pessoal, voçes já pençaram se no meu post tivecem erros de portugês assim?!

Pois é, muitos blogueiros cometem erros deste nível para cima. 

Desde que lancei meu vídeo no Youtube sobre “Como conseguir parceiros, dicas para blogueiros, quanto uma guru ganha…” eu tenho recebido muitos comentários de pessoas querendo fazer um blog. Como se fosse algo simples e ponto.

De fato, se o que você quer é somente um espaço para compartilhar assuntos copiados de outros blogs ou mesmo da sua vida cotidiana para seus amigos, sem grandes preocupações com a escrita, sem problemas.

Então, o post de hoje acaba aqui para você. Obrigada pela visita!


Agora, se você já está preparada para ler um ponto de vista sincero e direto como o meu, continue.

Eu, no momento em que estou lendo um texto e encontro um grave erro de português, e me refiro a palavras usadas no dia a dia, não ao emprego de vírgulas ou outras normas cultas. Até porque, eu mesma, apesar de gostar muito de português, não sou formada na área, tampouco uma pessoa perfeita.

Mas continuando o que eu estava dizendo:

No momento em que encontro um erro grave de português, seja em um blog, especialmente em um blog, eu paro de ler e dificilmente retorno ao blog.

Cansei de tentar compreender a dificuldade que algumas pessoas têm ao usar “mas” e “mais”, por exemplo.

Eu vou tentar explicar de forma simples!

Quando estiver na dúvida quanto ao uso de MAS ou de MAIS você pode pensar que o “mais” é para “quantidade”.

Por exemplo: “Eu quero mais respeito.”

Já quando você pensar em usar “mas” troque-o por “porém”.
Se a frase continuar com nexo, “mas” pode ser usado.

Eu pedi respeito, mas ninguém me ouviu.
Eu pedi respeito, porém ninguém me ouviu.

Você, que tinha essa dúvida, entendeu agora?! 🙂

Agora todos querem ter um blog e eu acho ótimo que muitas pessoas queiram compartilhar seus momentos, suas dicas, ajudar outras pessoas… Afinal, eu mesma faço isso e adoro! É um ótimo passatempo e não quero desmotivá-la, caso seja o seu caso. Pelo contrário, quero ajudá-la a melhorar!

A grande questão é:
Você quer fazer isso por um mero hobby ou quer levar isso a sério?

Se você quer levar a sério, assim como eu, o MÍNIMO que você deve saber é escrever “bem”.

Se você não tem um bom domínio da sua língua nativa, então por que não tenta fazer um blog apenas com fotos?!

Mas você não tem uma câmera boa?

Bem, existem milhares de programas de edição que podem te ajudar!

Você não sabe mexer em nenhum?

Então me desculpe, mas se você não sabe escrever corretamente, não tem uma câmera “boa” e nem sabe editar fotos “ruins”, talvez seja hora de esperar um pouco antes de criar um blog.

Já pensou que pode ser essa a razão de ter tão poucos seguidores no seu blog e ele nunca crescer?!

Sei que posso parecer rude nessa postagem, mas alguém precisa ser.
Quem me conhece pessoalmente ou me acompanha pela internet, sabe que eu gosto mesmo é de falar aquilo que todo mundo quer ou precisa ouvir, mas ninguém diz.

“Gosto é opinião.”

O que é bonito para mim pode não ser para você e o que é bonito para você pode não ser para mim e isso não está em questão.

Calma! Seu sonho é realmente ter um blog? Então não desista ainda…

Supondo que você queira de fato ter um blog e levá-lo a sério, comece prestando atenção na forma como escreve.

Depois, compre uma máquina fotográfica, que não precisa ser a mais cara, apenas não pode tirar fotos com qualidade ruim.

Se quiser, faça um curso de fotografia, mas praticar sozinho e verificar os ângulos que você acha mais bonitos e, aos poucos, aprender sobre iluminação, pode sair bem mais barato.

Estude. Estudar não é chato quando gostamos do que fazemos.

Qualquer curso que você faça, ligado ao tema do seu blog, será um “up” para você e seus leitores.

Não, você não precisa ter qualquer formação superior para ter um blog ou mesmo ser maior de idade, caso seus pais aprovem a ideia.

Há blogueiras e blogueiras.

Por exemplo, para fazer um simples post de tutorial como o “Rainbow nail” (este) eu levei cerca de 4 horas. Sim, por um único post que “servirá para apenas um dia”, uma vez que no dia seguinte deve haver um novo. E este não foi o mais demorado…

Mas não é só isso, existem ainda os e-mails de contatos profissionais para responder e também os de leitores.

Além de atualizar todas as outras redes sociais. Diariamente.

Sim. Ser blogueiro é um trabalho!

Não aquele blogueiro que nada faz além de copiar conteúdo alheio, é claro.

Mas aquele que leva seu trabalho a sério. Que tem um compromisso consigo mesmo e seus leitores.

 

Por exemplo, quem cuida de tudo relacionado ao meu blog e meu canal no Youtube, atualmente, sou eu.
E tenho também uma vida pessoal que exige atenção.
Por isso, não consigo postar conteúdo diariamente, como gostaria, mas tento manter da forma mais “profissional” possível. E isso já me toma muito tempo, apesar de ser algo que eu goste de fazer!

É por gostar do que faço, que busco crescer. Por exemplo, o layout deste blog não condiz mais com as necessidades atuais dele e ano que vem mudará. Para que fique melhor para mim e também para quem gosta de visitar o KPD. 🙂

A cada dia surgem milhares de blogs. Basta procurarmos um pouco no Google que encontramos MUITOS!

Mas aos poucos alguns vão desaparecendo. Por quê?

Simples. Tratavam-se de meros hobbies online.

Apenas permanecem aqueles cujos donos levam seu trabalho a sério.

Se eu continuarei com o meu para sempre? Quem sabe? Eu não sei!

Quem sou eu para ditar o que é certo ou errado? Apenas alguém que provavelmente terá cometido algum erro nesse gigante texto, aos olhos de algum estudioso.

Busque sempre dar o seu melhor e não desista dos seus sonhos!

Espero ter ajudado e boa sorte!!

Edição: Jessica Belcost

One thought on “QUERO TER UM BLOG! E AGORA?”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *